Corumbá/MS, Segunda-Feira, 20 de Setembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quinta-Feira, 22 de Julho de 2021, 18h:05
Tamanho do texto A - A+

Investimentos melhoram o acesso na região do Pantanal

Obras foram solicitadas pela prefeitura de Corumbá

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/PMC

Investimentos melhoram o acesso na região do Pantanal

Pantanal corumbaense

Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), irá anunciar nos próximos dias um pacote de investimentos que com objetivo de melhorar o acesso a diversas regiões do Pantanal de Corumbá. A medida viabiliza o combate ao fogo, recorrente em época de seca, e favorece o escoamento da produção pecuária na região.

 

André Navarro/Diário Corumbaense

Com déficit de R$ 70 milhões, Prefeito inicia redução de cargos e secretárias

                     Prefeito de Corumbá Marcelo Iunes

Prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes destaca a importância do pacote de investimentos. “Há algum tempo estamos solicitando essas melhorias ao governador Reinaldo Azambuja, um grande parceiro do povo corumbaense. Agora estamos na expectativa de que, muito em breve, esse anseio antigo dos pecuaristas e da população pantaneira seja finalmente atendido”, afirmou via assessoria.

 

De acordo com Marcelo Iunes, neste ano foram encaminhados três ofícios ao Governo do

Estado enfatizando a importância das obras de infraestrutura nas regiões mais afastadas da do Pantanal. “Importante também agradecer ao secretário de Infraestrutura do Estado, Eduardo Riedel, pelo empenho e pela disposição de sempre buscar atender os pedidos que levamos até ele”, disse o prefeito.

 

Para o vice-prefeito de Corumbá, Dirceu Miguéis Pinto, a ação irá fomentar a economia do pantanal trazendo benefícios à cidade. “Esses investimentos são esperados há décadas. Com certeza estamos bem próximos de viver uma nova era na pecuária pantaneira e, consequentemente, no dia a dia de toda a população”, afirmou.

 

Cerca de 93% do território do Pantanal é coordenado por propriedades privadas, a ocorrências de incêndios florestais do Pantanal em 2020 ocasionam diversos problemas econômicos e ambientais decorrentes da seca e consequentemente da alta escala e descontrole do fogo que comprometeu a infraestrutura da região, como pontes, casas e cercas.

 

Segundo o 3º Grupamento do Corpo de Bombeiros, em 2020 foram 453.000 hectares de área queimada somente na região do Paiaguás, afetando 28 fazendas. Devido ao difícil acesso à região, o trabalho dos bombeiros, agentes do Prevfogo e dos próprios trabalhadores rurais foi dificultado.

 

Para evitar novos danos a prefeitura de Corumbá solicitou ao Governo do Estado, o aterro da estrada e a construção de um ponte que liga o Porto Alegre, popularmente conhecido como Porto Zé Viana, até o Portão Preto, o que corresponde a uma distância de aproximadamente 6 quilômetros. 

 

 “Essa obra assegurará uma via de acesso que facilitará o trabalho dos bombeiros e brigadistas quando esses forem acionados para atender a região do Paiaguás”, destacou o Município em ofício encaminhado à Secretaria Estadual de Infraestrutura.

 

Também foi solicitada a intervenção do Governo do Estado para a construção de um rabicho de acesso em Porto São Pedro até a Fazenda Ipiranga, um trecho que compreende de 22 quilômetros. Conforme a assessoria, as obras viabilizam o escoamento da produção de gado em toda região do Paiaguás, assim como o abastecimento de fazendas da região.

 

De acordo com a prefeitura, a estrada é o principal acesso a uma das regiões, que mais produz gado e corte do Pantanal de Mato Grosso do Sul, contemplando mais de 20 fazendas, cerca de 40% de toda produção local abastece o mercado interno.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix