Corumbá/MS, Segunda-Feira, 27 de Janeiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quinta-Feira, 16 de Janeiro de 2020, 09h:25
Tamanho do texto A - A+

Agropecuária de MS gera empregos acima da média nacional

De janeiro a novembro foi gerado 2.149 novas oportunidades de emprego

Elaine Silva
Capital News

 

Marco Miatelo/Famasul

Agropecuária de MS gera empregos acima da média nacional

Em todo o país, das 948.344 novas vagas de trabalho, 58.833 foram direcionadas à agropecuária

A agropecuária gerou 2.149 novas vagas de emprego em Mato Grosso do Sul, entre os meses de janeiro de novembro de 2019, empregando mais que a média nacional, conforme os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). 

 

Os números corresponde a 11% dos 19.191 postos de trabalho criados no Estado. De acordo com o levantamento, em todo o país, das 948.344 novas vagas de trabalho, 58.833 foram direcionadas à agropecuária, representando uma fatia de 6%. “Em Mato Grosso do Sul o salto de 11% no número de novos postos voltados ao agro foi proporcionalmente mais significativo do que o nacional porque as atividades das cadeias produtivas que mais empregam por aqui, como grãos e celulose, apresentaram excelente desempenho no período”, analisa o gerente técnico Famasul, José Pádua.

 

Também demonstra o avanço do setor em Mato Grosso do Sul o aumento de 25% no número de vagas no campo em relação a 2018, passando de 1.719 para 2.149 postos. Em todo o Brasil, o setor teve um saldo de 14% a mais em igual período. Conforme a assessoria, em  2018, enquanto o saldo estadual de empregos na agropecuária foi 46% maior em relação a 2017, no Brasil o saldo foi negativo, de 38%.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix