Corumbá/MS, Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019, 13h:49
Tamanho do texto A - A+

Lei Orçamentária de R$ 15,8 bilhões do governo é aprovada

Proposta do Plano Plurianual também é aprovada e segue para sanção de Azambuja

Elaine Silva
Capital News

 

Luciana Nassar/ALEMS

Lei Orçamentária de R$ 15,8 bilhões do governo é aprovada

Deputados aprovaram nove projetos na sessão ordinária

O Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020 que fixa receitas e estima despesas em R$ 15,8 bilhões para Mato Grosso do Sul, foi aprovada pelos deputados da Assembleia Legislativa do Estado (ALEMS).  Além do LOA os parlamentares aprovaram a proposta do Plano Plurianual (PPA) que define o planejamento do governo estadual até 2023. 

 

Conforme o projeto LOA a maioria dos investimentos é referente à infraestrutura, educação, saúde e segurança pública. Já no PPA foram definidos 34 programas temáticos, com saúde, justiça e segurança pública como prioridades. Ambos os projetos seguem para sanção do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). A incorporação das emendas nº127 e nº132 à Lei Orçamentária Anual (LOA), previstas para análise durante a Ordem do Dia, foram rejeitadas.

 

Também de autoria do Executivo, foi aprovado por unanimidade dos parlamentares o Projeto de Lei 205/2019, que altera e acrescenta códigos ao anexo da Lei 4.282, de 14 de dezembro de 2012, que estabelece os valores das taxas da Tabela de Serviços do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS). A matéria segue à Redação Final.

 

Ordem do dia 

Em primeira discussão, está previsto o Projeto de Lei 307/2019, do Poder Executivo, que dispõe sobre a Gestão Democrática do Ensino e Aprendizagem, sobre o processo de seleção dos dirigentes escolares e dos membros do Colegiado Escolar, no âmbito da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul. A proposta teve parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

 

De autoria do deputado Cabo Almi (PT), foi analisado também em segunda discussão, o Projeto de Lei 118/2019, que estabelece limitações ao corte de fornecimento de água, energia elétrica e serviços de telefonia, nos dias que especifica, no Estado. A matéria que tem a co-autoria de Marcio Fernandes (MDB) e João Henrique (PL), vai agora à Redação Final.

 

Também apreciado em segunda discussão o Projeto de Lei 289/2019, do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS) altera a Lei 1.425, de 19 de outubro de 1993, que dispõe sobre o Fundo Especial de Desenvolvimento, Modernização e Aperfeiçoamento do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (FUNTC). A matéria foi aprovada por unanimidade e segue agora à sanção do Poder Executivo.

 

Em redação final, foram aprovados o Projeto de Lei 201/2019, de autoria do deputado Antônio Vaz, que institui a Semana de Prevenção e Combate à Violência Autoprovocada: automutilação e o suicídio e o Projeto de Lei 277/19, de autoria Poder Judiciário, que modifica e acrescenta dispositivos à Lei 1.511 (Código de Organização e Divisão Judiciárias do Estado de Mato Grosso do Sul), de 5 de julho de 1994. Agora os dois projetos aprovados em Plenário seguem à sanção do Poder Executivo.

 

Por fim, foi aprovado em primeira discussão o Projeto de Lei 307/2019, do Poder Executivo, que dispõe sobre a Gestão Democrática do Ensino e Aprendizagem, sobre o processo de seleção dos dirigentes escolares e dos membros do Colegiado Escolar, no âmbito da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul. A matéria será agora analisada em segunda discussão e votação em Plenário.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix