Corumbá/MS, Terça-Feira, 10 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Terça-Feira, 30 de Julho de 2019, 12h:57
Tamanho do texto A - A+

Preso por morte de promotor em PE é recapturado em Corumbá

Autor será transferido de volta ao seu Estado sob forte esquema de segurança

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/Diário Online

Preso por morte de promotor em PR é recapturado em Corumbá

José Maria Pedro Rosendo Barbosa

Condenado a 50 anos de prisão pela morte do promotor de Justiça de Itaíba, Thiago Faria Soares, e pelas tentativas de homicídio contra a então noiva do promotor, Mysheva Martins, e o tio dela, Adautivo Martin, José Maria Pedro Rosendo Barbosa, foi preso em Corumbá, na manhã desta segunda-feira, 29 de julho.

A busca por José Maria Rosendo teve início quando ele, em conjunto com outros presos, fugiu da Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá. A “operação de resgate” criminosa foi realizada no dia 14 de fevereiro de 2019 e resultou na morte de um policial militar que estava em uma guarita de segurança na unidade prisional

A prisão de José Maria foi possível após ação conjunta dos Gaecos dos Ministérios Públicos de Pernambuco e do Mato Grosso do Sul, com apoio das Polícias Civis dos dois estados. O assassinato ocorreu em Pernambuco e teria sido motivado por uma disputa de terras.  Segundo o Gaeco do MP/PE, José Maria Rosendo se escondeu em áreas rurais na região da fronteira entre o Brasil e a Bolívia, tendo inclusive fugido para o país vizinho.

Após a captura do foragido, de acordo com o site Diário Online, ele será transferido em breve para Pernambuco para cumprir a pena de 50 anos de prisão a que foi condenado após ser julgado, em outubro de 2016, no Tribunal do Júri da 36ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco.

O procurador-geral de Justiça Francisco Dirceu Barros, destacou que a transferência de José Maria deve ser para um presídio federal. Ainda conforme ele, o pedido se justifica em razão do grau de periculosidade do autor, visto que foi apurado que ele participa de uma organização criminosa transnacional, e do fato do crime cometido contra o promotor Thiago Faria ter sido federalizado, tendo ido a julgamento, inclusive, perante a Justiça Federal.

Confira o vídeo da chegada do acusado em Campo Grande


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix