CapitalNews

Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021, 19h:15

Semed promove ações online em comemoração ao Dia do Índio

Atividades visam difundir a cultura e celebrar a luta dos povos indígenas

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/PMCG

Semed promove ações online em comemoração ao Dia do Índio

MS concentra a segunda maior população indígena do país

Em comemoração ao Dia do Índio, celebrado nesta segunda-feira, 19 de abril, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) promoveu diversas atividades pedagógicas com intuito de difundir a cultura indigena aos alunos da Rede Municipal de Ensino (Reme).

 

Na ocasião, foi apresentado na TV Reme o documentário “Raízes da Nossa Gente: uma viagem pela pré-história do Mato Grosso do Sul, a iniciativa foi realizada pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), por intermédio da Divisão de Tecnologia Educacional (DITEC) e da Divisão de Educação e Diversidade (DED).

 

No Memorial da Cultura Indígena Cacique Enir Terena, localizado na Aldeia Urbana Marçal de Souza, foram promovidas oficinas de grafismo Terena e Kadiwéu em tecido. Conforme a assessoria, o evento teve início com o Hino de Campo Grande, cantado na língua Terena, pelo professor indígena Itamar Jorge Pereira, técnico da DED.

 

“Dia do índio tem o propósito de relembrar as conquistas dos nossos antepassados, principalmente a participação na guerra do Paraguai, em que os povos indígenas Terena e Kadiwéu lutaram juntos, para defenderem o território brasileiro na fronteira, o que não está escrito nos livros didáticos”, ressalta Itamar Jorge Pereira.

 

Itamar Pereira destaca a importância da valorização da luta dos povos indígenas, segundo ele no Brasil existem 305 povos indígenas e 274 línguas. “Mesmo residindo na Capital, nós preservamos a nossa cultura, por meio das danças, preservação da nossa língua materna e das nossas rezas. Nós resistimos, durante 521 anos, a luta contínua.”, enfatizou via assessoria.

 

Dirigente da DED, Magali Luzio destaca que as celebrações culturais e o respeito aos indígenas não devem se restringir a uma data específica. “Todo o povo indígena merece consideração, principalmente em nosso País. Não pode um dia como esse passar em branco. Considero uma data âncora, mas em todos os dias devem ser lembrados”, enfatizou via assessoria.

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br