Corumbá/MS, Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021, 09h:51
Tamanho do texto A - A+

Workshop debate o acesso ferroviário ao corredor bioceânico

Evento abordará a viabilidade do projeto

Lethycia Anjos
Capital News

PMC

Prefeitura de Corumbá prorroga prazo para pagamento de tributos municipais

Evento visa o desenvolvimento econômico regional

Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, participa na próxima quinta-feira (13) do ciclo de Workshops de Prospectos de Negócios – Companhias do Brasil e Portos da Região de Antofagasta. O evento irá abordar  a viabilidade do acesso ferroviário ao corredor bioceânico ligando Corumbá até Antofagasta, no Chile, através da Bolívia e Argentina.

 

O Workshop desta quinta-feira contará com a presença de representantes da Ferrovia Oriental SA (Bolívia); Ferrocarril Belgrano Cargas (Argentina); Ferronor SA (Chile); e Ferrocarril Antofagasta-Bolívia (Chile-Bolívia). Também estará presente o  ministro João Carlos Parkinson de Castro, diplomata das Relações Exteriores do Brasil. 

 

Em 29 de abril, foi realizada a primeira edição do Workshop, com enfoque na apresentação das mineradoras que atuam na região de Corumbá. A segunda etapa ocorreu no dia 06 de maio e discutiu a viabilidade dos portos de Corumbá até o Chile e o acesso ao mercado asiático.

 

Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Cássio Augusto da Costa Marques, representante da Prefeitura de Corumbá, explicou como será conduzida esta terceira etapa do trabalho. “Serão apresentadas as conexões ferroviárias existentes e toda sua infraestrutura. Conhecendo a realidade dessas rotas, vamos começar a fazer a interlocução necessária. Por exemplo, o que nós temos hoje de problema, provavelmente, é um trecho que vai da Bolívia até Salta (Argentina). Esse trecho estaria com problema com relação a três pontes. Isso vai ser conhecido com detalhes nesta reunião. Se for essa a dificuldade, iniciamos a interlocução com os responsáveis na Argentina, para a recuperação desse trecho. Estamos estudando quais são as cargas que o Brasil importa e o que o Brasil exporta e qual seria o potencial hoje. Qual é a expectativa através da rota Corumbá, o que pode  trazer produtos da China por essa rota, abrindo assim, um fluxo de possibilidades muito grande”, destacou Cássio.

 

“O importante agora, é colocarmos Corumbá no cenário de possibilidade. É um grande fator colocarmos as potencialidades de Corumbá”, complementou o secretário via assessoria

 

Prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes destaca que os debates do Workshop irão esclarecer dúvidas sobre a viabilidade do modal ferroviário. Iunes explicou que além de viabilizar o transporte do minério de ferro produzido em Corumbá ao Porto de Antofagasta, o projeto possibilitará o transporte dos grãos produzidos no estado de Mato Grosso e beneficiará o município no sentido inverso, para produtos vindos da China.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix