Corumbá/MS, Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Trânsito
Sexta-Feira, 19 de Outubro de 2018, 16h:14
Tamanho do texto A - A+

Construção de entreposto seria solução para carga e descarga de mercadorias

Todos os dias, Corumbá registra grande circulação de caminhões

Leonardo Cabral
De Corumbá para o Capital News

Leonardo Cabral/Capital News

Construção de entreposto seria solução para carga e descarga de mercadorias

Entreposto serviria para carga e descarga de mercadorias de veículos em Corumbá

Para evitar o trânsito de veículos pesados na área urbana de Corumbá, evitando não só apenas congestionamentos, como também acidentes, a construção de um entreposto na entrada da cidade poderia amenizar essa situação. A sugestão da criação foi feita durante sessão na Câmara, pelo vereador Manoel Rodrigues.

O entreposto seria construído, conforme o vereador, nas imediações do Anel Viário, localizado na BR-262, logo na entrada deste município.

O objetivo principal, seria ara que carretas pudessem fazer descargas e carregamentos de mercadorias que todos os dias chegam à cidade, via a BR-262, sendo que, também há grande fluxo de veículos pesados com placas bolivianas, uma vez que, Corumbá, faz fronteira com a Bolívia.

“Precisamos criar mecanismos para atender as normas de restrição de circulação de veículos pesados na área urbana, especialmente no centro. Um entreposto na entrada da cidade seria uma alternativa viável”, defendeu Manoel.

O entreposto seria dotado de um grande estacionamento e estrutura adequada, facilitando a distribuição de mercadorias para o comércio, contribuindo para o planejamento e a gestão da operação das empresas que atuam em Corumbá.

Ainda segundo o representante do legislativo, a importância de de se ter um entreposto no Anel Viário, vai evitar que os caminhões transitem pelo centro, para descarregar mercadorias, evitando assim, congestionamentos, principalmente devido às limitações da capacidade do sistema viário dotado de ruas estreitas.

Além disso, com grandes veículos transitando na área central, aumentam os riscos de acidentes, que são registrados quase todos os meses envolvendo esses veículos durante circulação em áreas da cidade.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix