Corumbá/MS, Segunda-Feira, 09 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 06 de Agosto de 2019, 15h:59
Tamanho do texto A - A+

Homem provoca incêndio e é autuado em R$ 5 mil

Autor ateou fogo para realiza limpeza na área invadida

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/PMA

Homem provoca incêndio e é autuado em R$ 5 mil

Infrator foi então autuado administrativamente e foi multado em R$ 5 mil

Polícia Militar Ambiental de Corumbá autua invasor de terreno em R$ 5 mil por provocar incêndio em vegetação para limpeza. O caso aconteceu nesta terça-feira (6) na Rua Goiás, nº 12. A polícia foi acionada pelo Corpo de Bombeiros, após o autor confessou que havia provocado fogo para limpeza da área, causando transtornos aos vizinhos, que acionaram os bombeiro

Os policiais foi imediatamente ao local e o homem evadiu-se da área. A esposa do infrator, a qual informou que realmente o homem seria o autor do incêndio e que a área é invadida e que estariam requerendo a posse na justiça. A equipe tentou contato com o acusado, residente em Corumbá, mas ele não atendeu.

O infrator foi então autuado administrativamente e foi multado em R$ 5 mil, com auto entregue à esposa. De acordo com a nota da PMA, ele poderá responder por crime ambiental de poluição, com pena prevista de um a quatro anos de reclusão.

Tempo seco
No período mais seco, entre julho a setembro em todo o Estado e até outubro no Pantanal, os órgãos ambientais não expedem licença para a queima controlada em Mato Grosso do Sul. Além disso, nenhum município autoriza realização de queima em perímetro urbano em qualquer período.

Nesse período seco, a PMA realiza várias ações no sentido de prevenir os incêndios. Apesar dos esforços e das orientações, inclusive pela mídia, em relação ao problema, algumas pessoas insistem com esse costume, que é bastante prejudicial ao ambiente e à saúde da população.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix