Corumbá/MS, Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 29 de Março de 2021, 12h:11
Tamanho do texto A - A+

Em três meses Mato Grosso do Sul tem mais de 5 mil possíveis casos de dengue

Nesse mesmo período três pessoas morreram, segundo a Secretaria de Estado de Saúde

Elaine Silva
Capital News

Assecom

Dengue

Dengue

Mato Grosso do Sul registrou até o último dia 24, 5.549 casos prováveis de dengue nos últimos três meses de 2021. Nesse período, três pessoas morreram em decorrência da doença neste primeiro trimestre, sendo em Corumbá, Dourados e Campo Grande.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), dos casos prováveis, 55,5% são mulheres e 44,5% homens. Na faixa etária de casos, pessoas de 20 a 29 anos lideram o ranking com 21,63%, seguido de pessoas de 30 a 39 anos com 19,56%.

Assim, 15 cidades de MS já possuem alta incidência. São elas: Antônio João (2,6 mil), Camapuã (1,9 mil), Corumbá (1,3 mil), Bataguassu (1,1 mil), Ladário (1 mil), Selvíria (1 mil), Três Lagoas (810), Inocência (619), Paraíso das Águas (583), Rio Brilhante (573), Água Clara (551), Figueirão (457), Itaquiraí (374), Santa Rita do Rio Pardo (354), Brasilândia (329). A taxa de incidência de casos da capital, ficou em 14,1% com 198 casos confirmados.

A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti e inclui sintomas como febre, vômito e cefaleia (dor de cabeça). Enquanto a maioria dos pacientes se recupera após evolução clínica leve, uma pequena parte progride para doença grave.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix