Corumbá/MS, Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 01 de Novembro de 2019, 13h:09
Tamanho do texto A - A+

Chuva desta quinta ameniza fogo na região do Pantanal

Foram atingidos mais 50 mil hectares desde domingo

Elaine Silva
Capital News

Chico Ribeiro/Portal MS

Fogo Pantanal

Incêndio começou no último domingo

A situação na área, depois da queima de 50 mil hectares de vegetação nativa, estava sob controle na quinta-feira com a redução do fogo, que se expandia para os campos, no sentido Oeste e Sul, se afastando da rodovia BR-262, onde a destruição foi expressiva.

 

As chuvas que caíram na noite de ontem (31) entre Corumbá e Miranda, região do Pantanal de Mato Grosso do Sul com maior incidência de queimadas há cinco dias, amenizaram a situação no local, reduzindo de 335 para apenas três focos.

Chico Ribeiro/Portal MS

Fogo Pantanal

Cerca de 50 hectares foram destruidos

 

Sobrevoos de aviões e helicópteros na manhã desta sexta-feira vão dimensionar os impactos das chuvas para tomada de decisões pelo comando da Operação Pantanal 2.

 

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) informou que, apesar da redução dos impactos, a operação não será desmobilizada e o trabalho de controle continua por terra e ar. Além do avião Air Tractor do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, mais duas aeronaves do mesmo modelo, enviadas pelo ICMbio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), e um helicóptero do Ibama estão em ação, lançando água sobre o fogo. Mais dois helicópteros – da Polícia Militar de MS e da Polícia Rodoviária Federal – estão auxiliando no transporte de bombeiros e brigadistas.

 

Operação

Uma grande operação, a Pantanal 2, está sendo preparada pelo Governo de Mato Grosso do Sul para entrar em ação neste fim de semana na área de focos de calor que atinge o bioma, entre os municípios de Miranda, Aquidauana e Corumbá, com a incorporação ao trabalho de combate de mais 95 homens e duas aeronaves. O fogo se alastrou por uma extensa área do bioma desde o último domingo (27).

 

Atendendo a novo pedido do governador Reinaldo Azambuja, o governo do Distrito Federal estará enviando 35 bombeiros e o avião Air Tractor, que tem capacidade para lançar até três mil litros de água nos alvos em queima. Também foi solicitado pelo Estado, numa articulação com o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres, um reforço de 60 brigadistas do Ibama e do Icmbio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix