Corumbá/MS, Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 07h:29
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Novo partido de Bolsonaro deve separar lideranças do PSL em Mato Grosso do Sul

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Fotos Instagram e Alems

ColunaMarcoEusébio

Soraya e Trutis devem seguir no PSL enquanto David e Ovando (e também Contar) pretendem seguir o presidente

A decisão do presidente Jair Bolsonaro de sair do PSL e criar um novo partido chamado Aliança pelo Brasil deve oficializar o racha no PSL de Mato Grosso do Sul. O deputado estadual Coronel David e o deputado federal Luiz Ovando repetem que vão seguir Bolsonaro. Da mesma forma, o deputado estadual Capitão Contar disse na quinta (14) aqui ao Blog que pretende seguir o presidente. Do outro lado, a presidente do PSL em MS, senadora Soraya Thronicke, afirmou em nota no Twitter que pretende continuar no partido justificando que "senador sem partido não ajuda, porque perde todas as posições em comissões". Na mesma linha, o deputado federal Loester "Tio Trutis" escreveu no Facebook: "Podem me chamar do que quiser, louco, traidor, burro... Todavia pra mim esse não era o momento de criar um novo partido."

 

 

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix