Corumbá/MS, Sábado, 08 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 05 de Julho de 2020, 07h:29
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Em videoconferência de Guaidó, Nelsinho defende volta da democracia na Venezuela

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Imagem de vídeo Reprodução

ColunaMarcoEusébio

Guaidó e Nelsinho na videoconferência de representantes de parlamentos latino-americanos hoje

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS) defendeu eleições livres e o retorno da democracia à Venezuela ao representar o Congresso Nacional, como presidente da Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado, em videoconferência promovida na sexta (03) pelo presidente da Assembleia Nacional venezuelana, Juan Guaidó, que reuniu presidentes de parlamentos da América Latina para debater sobre a democracia. "Como membros do Grupo de Lima, composto pelos governos da Bolívia, do Brasil, do Canadá, do Chile, da Colômbia, da Costa Rica, da Guatemala, de Honduras, do Panamá, do Peru e da Venezuela, reiterei o apoio do Congresso brasileiro aos esforços realizados sob a liderança de Juan Guaidó para buscar uma solução pacífica, conduzida pelos próprios venezuelanos, para restaurar a democracia e a ordem constitucional a Venezuela", relatou Nelsinho.

O senador de MS disse que também pediu a união dos parlamentares para reativar o Parlamento Amazônico (Parlamaz), cujo processo ficou paralisado por conta da pandemia do coronavírus. “É importante discutir de forma clara e transparente e mostrar para o mundo a realidade da Amazônia. Me incomoda muito essa percepção dos países europeus, sem consultar os países da região, de que os brasileiros não preservam o território amazônico", afirmou. Criado em 1989, o Parlamento Amazônico integra oito países (Brasil, Bolívia, Colombia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela) e há pelo menos cinco anos está desativado.

 

 

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix