Corumbá/MS, Sexta-Feira, 23 de Junho de 2017 | 06:15
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Quinta-Feira, 16 de Março de 2017, 16h:36
Tamanho do texto A - A+

Governador agenda viagem a Três Lagoas para autorizar obras no Hospital Regional

Trabalhos aguardam apenas ordem de serviço de Azambuja para iniciar no início de abril, com previsão de término para 24 meses

Gian Nascimento
Capital News

Deurico / Arquivo Capital News

Governo Estadual pagará décimo terceiro dos servidores nesta quinta

Governador Reinaldo Azambuja

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja, estará em Três Lagoas no próximo dia 29 para autorizar o início das obras no Hospital Regional.

 

A viagem foi confirmada nesta quinta-feira (16) e além de tratar da construção do novo espaço de saúde, o chefe do executivo de Mato Grosso do Sul deverá abordar assuntos referentes à Unidade da Petrobrás no município e participar da feira de negócios Três Lagoas Florestal.

 

A construção do Hospital deu vários passos para finalmente sair do papel nos últimos dias. Na última sexta-feira (10), foi assinado o contrato entre a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) e a Cial Engenharia, que venceu a licitação, e nesta quarta-feira (15), o prefeito Angelo Guerreiro se reuniu com o engenheiro José Renato para tratar dos primeiros detalhes sobre a obra.

 

Com a autorização da ordem de serviço, que acontece durante a visita de Azambuja, a expectativa do prefeitura e da empresa de engenharia é que os trabalhos tenham início logo nos primeiros dias de abril, com a realização dos procedimentos iniciais como as medições, levantamento topográfico, análise e limpeza do terreno. “Só estamos esperando a ordem de serviço para iniciarmos”, disse José Renato.

 

Orçada inicialmente em R$ 68,4 milhões, a obra foi contratada por R$ 56,4 milhões e será concluída em dois anos, segundo o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli.

Divulgação/Governo do Estado

Governador agenda viagem a Três Lagoas para autorizar obras no Hospital Regional

Hospital terá mais de 19 mil metros quadrados e 138 leitos

 

O novo hospital é visto pelo Governo do Estado como parte estratégica da estruturação da saúde em Mato Grosso do Sul. Ele será construído em uma área de 26,4 mil m² e contará com mais de 19,4 mil m², onde estarão 138 leitos distribuídos em três pavimentos com 10 salas de cirurgia, unidades de cuidados intermediários e leitos para mãe-canguru.

 

O projeto prevê ainda auditório e salas de aula, e empregará cerca de 650 funcionários.

 

“Este Hospital vai atender todos os municípios do Bolsão que já buscam atendimento em nossa Cidade. Além de atender a população com mais leitos, mais médicos em várias especialidades e atendimento de alta complexidade, vai auxiliar na formação dos alunos de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul”, afirma Angelo Guerreiro.

 

Entre os leitos estão: 10 UTIs cirúrgicas; 10 UTIs clínicas; 48 enfermarias; pré-parto, parto e pós-parto; indução e recuperação de pacientes; observação pediátrica; observação de pacientes; observação psiquiátrica; internação e isolamento; semicrítico; preparo, recuperação pós-anestésica, observação e recuperação do paciente.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix