Corumbá/MS, Sábado, 22 de Setembro de 2018 | 15:34
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quarta-Feira, 27 de Junho de 2018, 17h:48
Tamanho do texto A - A+

Vacinação contra aftosa e brucelose é prorrogada

Portaria atende solicitações de pecuaristas da região em decorrência das cheias no Pantanal

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

 

Famasul

Vacinação contra aftosa e brucelose é prorrogada

O rebanho do Estado soma 21 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos

A vacinação contra febre aftosa foi prorrogada na região do Pantanal pela Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro).

 

A portaria atende a solicitação feita por pecuaristas, através do Sindicato Rural de Corumbá e da Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul (Famasul). A medida foi divulgada no Diário Oficial do Estado (DOE), desta quarta-feira (27).

 

As cheias no Pantanal impossibilitaram o manejo adequado do rebanho bovino para vacinação dentro do período estipulado inicialmente. Com a prorrogação, os produtores têm  até dia 30 de julho para imunizar os animais e até 15 de agosto para o registro.

 

“Essa necessidade foi encaminhada à Famasul através Sindicato Rural e, então, solicitamos a alteração do calendário ao Governo, que concedeu mais 30 dias para a imunização do rebanho, garantindo a sanidade animal e evitando, assim, que os produtores rurais sejam prejudicados”, explicou o presidente da Famasul, Maurício Saito.

 

A vacinação contra a brucelose na região pantaneira também foi prorrogada. Os pecuaristas têm até 15 de agosto para vacinar e registrar a vacinação no sistema.

 

Segundo o diretor-presidente da Iagro, Luciano Chiochetta, Mato Grosso do Sul manterá a média de vacinar  99% dos animais, embora a exigência dos órgãos sanitários seja atingir no mínimo 80%. O rebanho do Estado soma 21 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix