Corumbá/MS, Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017 | 22:53
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sábado, 09 de Setembro de 2017, 09h:52
Tamanho do texto A - A+

Família é mantida em cárcere privado durante assalto a mercado

Vizinho da família participou do roubo onde um casal e sua filha foram presos no banheiro de casa

Flávio Brito
Capital News

Foto cedida

Família é mantida em cárcere privado durante assalto a mercado

..

Três pessoas da mesma família foram mantidas em cárcere privado durante o assalto a um mercado no bairro Moreninha 3, na noite desta sexta-feira (8), em Campo Grande. O trio de assaltantes levou pouco mais de R$ 1,7 mil.

 

O proprietário do comércio, a mulher dele e a filha do casal foram trancados no banheiro da própria casa, depois de terem os pertences roubados. O estabelecimento fica na rua Oreade  e um dos bandidos é vizinho da família que, além de trabalhar no comércio, também mora no bairro. 

 

Milton Lopes dos Santos, 39, foi preso pelo crime. Conhecido como “Negão”, ele mora na mesma rua do mercado.  Ele chegou a fingir que também estava sendo vítima do assalto, mas câmaras de segurança flagraram quando ele deu o sinal para que seus outros dois comparsas entrassem no mercado.

Polícia Militar

Roubo Moreniha

Assaltante, conhecido como Negão, é vizinho da família roubada na Moreninha 3

 

De acordo com o boletim de ocorrência, Negão chegou ao local por volta das 21h. Primeiro, foi até o açougue e pediu um corte de carne. O assaltante foi atendido pelo dono do comércio, de 49 anos. Já no caixa, ele pediu para pagar a conta com um cartão de débito, mas a transação foi recusada pela operadora. Ele disse a esposa do comerciante, de 47 anos, que iria até em casa para pegar o dinheiro.

 

As câmeras de segurança mostram que Negão foi apenas até a esquina e deu o aviso para seus parceiros no assalto.  Negão voltou ao local, simulou que faria a compra de mais alguns produtos, em seguida, os outros dois assaltantes chegaram. 

A mulher estava armada com um revolver e o rapaz com uma faca. A mulher foi descrita pela vítima como sendo loira, de 1,65 m, gorda, com tatuagens no braço e vestia uma blusa com estampa colorida. O terceiro era um homem branco, de um 1,80 m, usava boné e camiseta verde. As imagens da câmera de segurança confirmam a descrição repassada pela vítima. No mercado, Negão chegou a ser ameaçado por um de seus comparsas e ficou deitado no chão junto com o proprietário, que teve as mãos amarradas com uma fita isolante. 

A esposa do proprietário foi levada até a própria casa pela assaltante, onde estava a filha do casal. A família mora ao lado do comércio. A jovem de 21 anos foi surpreendida pela ladra, que estava armada e ameaçando sua mãe. Depois de pegar a carteira do empresário com toda a movimentação do dia, R$ 1,4 mil, a mulher voltou ao mercado. Desta vez, o dono do comércio foi levado até a casa e trancado no banheiro.

 

As vítimas ainda perderam correntes de ouro e celulares, conforme o boletim de ocorrência.  A família foi libertada por duas vizinhas, depois que a filha do casal gritou por socorro. Cerca de R$ 350 que estava no caixa também foram roubados.  O dono do comércio chegou a ser agredido.

Uma quarta pessoa estaria envolvida no assalto, eles deixaram o local usando uma motocicleta Honda Titan vermelha e um Ford Fiesta branco, modelo antigo. As imagens mostram o momento em que o trio entra no carro para fugir. Negão foi flagrado dirigindo o veículo pelos policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar. O caso foi registrado na Depac Piratininga, como roubo majorado pela restrição de liberdade da vítima.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix