Corumbá/MS, Sexta-Feira, 21 de Julho de 2017 | 00:27
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 13 de Julho de 2017, 16h:34
Tamanho do texto A - A+

Em menos de um mês Receita Federal apreende carga de pneus contrabandeados

O proprietário é o mesmo de uma carga de pneus de trator novos e usados apreendidos no dia 18 de junho pela equipe

Cristiano Arruda
Capital News

Divulgação/ Receita Federal

Em menos de um mês Receita Federal apreende carga de pneus contrabandeados

Vinte e um pneus de trator que estavam sendo contrabandeados da Bolívia foram presos pela Receita Federal de Corumbá

Vinte e um pneus de trator que estavam sendo contrabandeados da Bolívia foram presos pela Receita Federal de Corumbá, na manhã desta quinta-feira (13). A apreensão ocorreu durante uma fiscalização que acontecia na região de El Carmen no país vizinho com uma estrada vicinal já no Brasil, quando os agentes avistaram um Toyta com a carga entrando na estrada.

 

A equipe fez o acompanhamento tático e chegou até o depósito dos pneus no bairro Maria Leite, em Corumbá. De acordo com a Receita, os pneus usados são adquiridos na Bolívia por 500 reais e depois são recuperados e revendidos no Brasil aos preços de 1.500 reais a 2.000 reais. O valor de um pneu novo no mercado gira em torno de R$ 3,5 mil.

 

Divulgação/ Receita Federal

Em menos de um mês Receita Federal apreende carga de pneus contrabandeados

Em menos de um mês Receita Federal apreende carga de pneus contrabandeados

De acordo com o site Diário Corumbaense, a carga apreendida foi avaliada em R$ 21 mil. O motorista da Toyota e o dono do depósito foram encaminhados para a Receita e depois para a Polícia Federal. 

 

Somente a multa aduaneira é de R$ 15 mil. O proprietário é o mesmo de uma carga de pneus de trator novos e usados apreendidos no dia 18 de junho pela equipe de Vigilância e Repressão na região fronteiriça. Foram apreendidos naquele dia, 252 pneus avaliados em mais de R$ 125 mil, e que eram transportados em um caminhão e uma carreta.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix