Corumbá/MS, Terça-Feira, 21 de Agosto de 2018 | 21:20
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Terça-Feira, 27 de Fevereiro de 2018, 08h:15
Tamanho do texto A - A+

Ao fingir desmaio, presidiária de 28 anos sofre parada cardíaca e morre

A mulher estava sob custódia de policiais federais

Laura Holsback
Capital News

Presidiária identificada como Caliremutha Saintyl, de 28 anos, morreu depois de fingir desmaio e sofrer parada cardiorrespiratória. O fato aconteceu nesta segunda-feira (26), em Corumbá. 

 

Reprodução

delegacia corumbá

Caso foi registrado na delegacia de Corumbá

Conforme Boletim de Ocorrência registrado na Polícia Civil, a presa estava sob custódia da Polícia Federal. Ela havia sido flagrada na sexta-feira (23) com documento falso. Em uma cela, na manhã seguinte, Caliremutha se sentiu mal. A presa foi levada para hospital, medicada e liberada retornando para a custódia policial. 

 

Na tarde desta segunda-feira (26), outras presas começaram a gritar dizendo que Clairemutha estava passando mal e quase desmaiando. 

 

Foi acionada equipe do Corpo de Bombeiros e a mulher foi levada para o hospital de Corumbá. Horas mais tarde, ela recebeu alta médica e quando percebeu que os policiais federais tinham chegado ao hospital para levá-la outra vez, ela terá fingido um desmaio. 

 

Médicos então decidiram submeter a paciente a novos exames para então liberá-la. Mas, alguns minutos depois, ela morreu. Conforme a médica plantonista, Clairemutha apresentava um coração um pouco grande, acima do normal e ao tentar fingir que passava mal, teve uma parada cardíaca.

O caso é investigado na Polícia Civil como morte a esclarecer.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix