Corumbá/MS, Domingo, 19 de Maio de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 11 de Março de 2019, 15h:53
Tamanho do texto A - A+

Vereadores de Corumbá lamentam feminicídio e pedem punição severa ao crime

Eles pediram por Justiça ao caso de Nádia Sol Neves Rondon, assassinada a facadas pelo ex neste domingo

Caroline Carvalho
Capital News

“Feminicídio em Corumbá, intolerância que mata com requintes de crueldade, um crime hediondo que tem que ser punido com todos os rigores da lei”. Foi dessa forma que o presidente da Câmara Municipal de Corumbá, vereador Roberto Façanha (MDB), reagiu ao assassinato da professora Nádia Sol Neves Rondon, 38 anos, morta na manhã deste domingo (10) pelo seu ex-companheiro Edevaldo Costa Leite, 31 anos, que não aceitava o fim do relacionamento.

 

 

Na semana do Dia Internacional da Mulher, Nádia Sol Rondon entrou para as estatísticas da face mais brutal dos crimes de violência contra a mulher: o feminicídio. Ela havia acabado de sair de uma comemoração do seu aniversário, junto suas amigas, quando foi surpreendida pelo ex em frente à sua casa. Ela foi golpeada com pelo menos 30 facadas, que atingiram costas, tórax, rosto e braços. 

 

Reprodução/Facebook

Vereador Tadeu Vieira considera cruel feminicídio a professora Nádia Sol

Vereador Tadeu Vieira publica nota de pesar em sua rede social

Tanto Façanha quanto os demais vereadores de Corumbá aproveitaram seus espaços para denunciar o crime, que consideram repugnante e repulsivo. “Um homem totalmente maldoso e sem amor, com tudo premeditado, tira com requintes de crueldade, a vida de uma jovem mãe, jovem professora e amiga de todos. (...) Estamos participando da mais triste estatística do Brasil e do Mato Grosso do Sul. Juntos contra o feminicídio. Basta!”, disse o vereador Tadeu Vieira (PDT) em sua rede social. 

 

Outro que se manifestou foi Manoel Rodrigues (PRB). “Não podemos aceitar isso em nossa cidade precisamos mobilizar contra o feminicídio”, escreveu. Segundo o site Corumbá Online, os demais vereadores do município também repudiaram o crime. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix