Corumbá/MS, Terça-Feira, 21 de Agosto de 2018 | 21:20
27˚
(67) 3042-4141
Trânsito
Quinta-Feira, 03 de Maio de 2018, 12h:28
Tamanho do texto A - A+

Morre turista irlandês que teve perna amputada em acidente em MS

Vítima seguia para Campo Grande quando se envolveu na colisão

Laura Holsback
Capital News

Divulgação/BM

Turista irlandês tem perna amputada em acidente em cidade de MS

Vítima foi socorrida por bombeiros

O turista irlandês Christopher Eugene Peck, 37 anos, morreu nesta quarta-feira (2), em decorrência de complicações devido ao acidente que sofreu no dia 20 de abril, na na BR-262, região de Corumbá. Ele conduzia uma motocicleta quando foi atingido pelo motorista de um Gol e no mesmo dia precisou ter uma das pernas amputadas. 

 

De acordo com o site Diário Corumbaense, Christopher estava internado no Centro de Tratamento Intensivo. Além da amputação, ele teve várias outras fraturas e hemorragia. 

 

Aos socorristas, o turista chegou a contar que percorria países da América do Norte, Central e seguiria para a Bolívia, mas antes passaria por Campo Grande para resolver pendências de documentação para a viagem internacional. No caminho, um veículo Gol, que realizava uma ultrapassagem, bateu de frente com a moto da vítima.

 

Christopher foi levado para o Hospital de Corumbá, passou por procedimento cirúrgico e ficou internado no CTI, em coma e respirando por aparelho. A mãe e um irmão dele foram para a cidade e tentaram transferi-lo para São Paulo, mas de acordo com o diretor clínico da Santa Casa, médico Lauther Serra, isso não foi possível. "O quadro era gravíssimo, desenvolveu outras complicações", disse.

 

Inquérito 

Ainda de acordo com o site local, o motorista do carro que atingiu o turista irlandês, não se feriu. Ele tem 32 anos e foi autuado por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. Segundo o boletim de ocorrência, o motorista dirigia sob influência de álcool. 

 

O teste do bafômetro constatou 0,16 mg/l de álcool por litro de ar. No entanto, este índice não caracterizou crime de embriaguez ao volante e sim infração administrativa. O motorista foi multado e depois de prestar depoimento na Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, foi liberado. Com a morte de Christopher, ele agora deve responder inquérito por homicídio culposo (quando não há intenção).

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix