Corumbá/MS, Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017 | 22:59
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 04 de Setembro de 2017, 19h:11
Tamanho do texto A - A+

Com 72 serviços oferecidos, 2ª Feira do Trabalho realiza 10.445 atendimentos

Foram 72 serviços oferecidos gratuitamente, além de oportunidades de emprego

Fernanda Freitas
Capital News

Câmara Municipal

Com 72 serviços oferecidos, 2ª Feira do Trabalho realiza 10.445 atendimentos

2° Feira do Trabalho atendeu mais de 10 mil pessoas

A 2ª edição da Feira do Trabalho de Mato Grosso do Sul, que aconteceu neste sábado (2), realizou um total de 10.445 atendimentos para a população. O evento é uma realização da Câmara Municipal de Campo Grande, em convênio com a Superintendência Regional do Trabalho, em parceria com Governo do Estado e Prefeitura Municipal, com apoio da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Cerca de 5 mil pessoas passaram pela ação no dia.


Segundo o vereador Prof. João Rocha, presidente da Câmara Municipal, a Feira mostra que, com união, é possível superar a crise que assola o país. "Este evento tem uma importância social. Aqui, além dos serviços prestados, devemos entender que por meio da união vamos conseguir atravessar os momentos difíceis que passamos. Não é a primeira vez que passamos por momentos assim e damos exemplos ao mundo que com harmonia e paz, podemos vencer os problemas que nos afetam. A crise se vence com criatividade, e é isso que demonstramos aqui com o espírito de cooperação", disse.

Já o superintendente Regional do Trabalho em Mato Grosso do Sul, Vladimir Benedito Struck, o evento só foi possível graças a servidores que, segundo ele, "vestiram a camisa". "É uma satisfação fazer a Feira. Isso só foi possível graças ao empenho de todos. Quero agradecer servidores, em especial a Superintendência, que vestiram a camisa desde o começo. Pelo momento que o país passa, a nós, representantes de instituições, cabe fazer o trabalho, e ao político fazer a boa política. É isso que estamos demonstrando. E se queremos mudar esse país, será pela força do trabalho", sustentou.

Para o Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, a feira é modelo para todo o País. "O que acontece aqui será multiplicado para outras unidades da federação. Os serviços que aqui são oferecidos para a população possibilitam que ela possa conhecer, primeiro, o que uma estrutura pública disponibiliza. Aqui, são mais de 70 parceiros que possibilitaram a realização dessa feira. A sociedade brasileira tem o direito e o Estado tem o dever de prestar um serviço eficiente em todos os seus aspectos. A Feira do Trabalho amplia os serviços oferecidos pelo Ministério do Trabalho. É importante para que a própria sociedade tenha conhecimento desses serviços", afirmou.

Para o prefeito Marquinhos Trad, a Feira é um exemplo de harmonia entre os poderes e a iniciativa privada. "Isso só foi possível porque a Câmara, a Prefeitura, o Governo do Estado e o Governo Federal, a UFMS, deram as mãos. Assim sendo, aprendemos as lições de que o coletivo prevalece sobre o individual, e somente assim vamos conquistar e reconstruir o tempo perdido" discursou.

Segundo o reitor da UFMS, Marcelo Augusto Santos Turine, é a primeira vez que a instituição recebe um evento deste porte. "Nossa UFMS, nossos 20 mil alunos e 5 mil servidores, e toda equipe de colaboradores, parabenizam nossos parceiros. É inédito, em 55 anos da nossa UFMS, ter um evento desta natureza em um ambiente acadêmico, na indústria do conhecimento. E satisfação receber parceiros e sociedade, abrir as portas da UFMS para que consigamos fazer as entregas para nossa sociedade", afirmou. (Com Assessoria).

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix